No Marketing de Casamento a empresa deve ser: reativa, pró-ativa ou criativa?


Qual a diferença no Marketing de Casamento de uma empresa reativa, pró-ativa e criativa?

Como foi exposto no artigo anterior sobre necessecidades do cliente, há várias formas de atender a essas necessidades. E para atender essas necessidades a sua empresa pode ser reativa, pró-ativa ou criativa. Mas como identificar qual o perfil da minha empresa? E qual o melhor perfil? Vou tentar sintetizar isso no texto.

Uma empresa reativa encontra uma necessidade declarada e atende.

Uma empresa pró-ativa enxerga mais adiante. Percebe e pensa nas necessidades que o seu cliente possa vir a ter hoje e no futuro próximo.

Uma empresa criativa descobre e produz soluções que o cliente não pediu mas que atendem plenamente a todas as suas necessidades.

Tanto uma empresa pró-ativa quanto uma empresa criativa, devem conhecer bem o seu cliente.

A Apple se encaixa perfeitamente no perfil de uma empresa criativa. Ela criou o Ipod, Ipad, Iphone, produtos que os clientes não pediram, mas que preencheram suas necessidades não-declaradas, secretas e por algo a mais.

A Sony também em épocas passadas ocupava o lugar da Apple. Ela lançou novos produtos muito bem-sucedidos que os clientes jamais pediram ou pensaram ser possíveis. O walkman, o videocassete, a filmadora, os CDs e assim por diante. Akio Morita, fundador da Sony, declarava que ela não atendia mercados e sim os criava.

Satisfazer seus clientes atendendo todas as suas necessidades é cada vez mais importante não só no mercado de casamentos, mas em todos os mercados. O sustento de um negócio vem de dois tipos de clientes. Os novos clientes e os clientes que já compraram anteriormente.

Utilize as estratégias do Marketing de Casamento não só para satisfazer as necessidades dos seus clientes, mas também para antecipá-las.

#MarketingdeCasamento #casamentoMarketing #marketingdecasamento #FornecedoresdeCasamento #casamentos #profissionaisdecasamento #profissionaisdecasamento #RodrigoOliveira #rodrigooliveira #Marketing #negócios #weddinglove

0 visualização