Marketing de Casamento: Como acontece a escolha do Profissional de Casamento.


Foto: Rodrigo Oliveira

Somos seres emocionais que pensam e não seres racionais que se emocionam. Toda decisão de compra é tomada não de modo racional e sim guiada pelas emoções. O processo de compra é decidido pela emoção (sistema límbico) e justificada pela razão.

Quantas vezes compramos alguma coisa e depois justificamos a compra dizendo para nós mesmos que essa compra era necessária, porque...

Imagine no Mercado de Casamentos. Todas as compras e contratações são feitas com base na emoção e justificadas racionalmente para caber no orçamento.

O casal decide o que vale pagar mais e o que vale pagar menos. A negociação é feita baseada nessas percepções de valores + expectativas. Os produtos e serviços eleitos pelo casal como o inegociáveis são aqueles que cumprem o papel de realização de sonho. Essa expectativa é construída muito antes do casal pensar formalmente em casamento.

Os seus elegíveis começam a ser definidos graças às informações e influência recebidas pelo casal por vários pontos de contato das marcas.

Que pontos de contatos são esses?

  • Amigos e parentes;

  • Pessoas famosas ou que tenham destaque em sua comunidade local e grupo de amigos;

  • Redes Sociais;

  • Revistas especializadas no assunto;

  • Blogs especializados e blogs feitos por noivas;

  • Fóruns sobre casamento;

  • Pelas festas que eles frequentam;

  • e por que não pela grande mídia;

Os elegíveis só se tornam elegíveis, porque antes se posicionaram de modo eficaz, sua marca na mente de seus futuros clientes e criaram de alguma form, um meio de se relacionar com eles.

#MarketingdeCasamento #casamentoMarketing #marketingdecasamento #casamentos #profissionaisdecasamento #FornecedoresdeCasamento #profissionaisdecasamento #rodrigooliveira #RodrigoOliveira #Marketing #Sucesso #negócios #weddinglove

14 visualizações