A crise como oportunidade para realizar mudanças estratégicas


Um sistema se organiza através de uma rede de conexões sociais, profissionais, econômicas e culturais; ele está baseado em informações, conhecimentos, processos investigativos e de criação que apoiam novas escolhas que estimulem mudanças positivas às equipes, clientes, parceiros, prestadores de serviços.

As organizações só tem valor se o ser humano agregar as suas competências técnicas, atitudinais e relacionais aos seus esforços de alinhar os seus interesses e propósitos pessoais aos da empresa. Vestir a camisa faz parte do jogo onde todos ganham... Estamos falando de toda e qualquer equipe ou empresa; assim sendo o setor de cerimonial e eventos não será um caso a parte. Criar valor, confiança, aprendizagem contínua, obter resultados financeiros e de prosperidade fazem toda a diferença num momento onde a percepção de caos, o sentimento de perda de confiança, de medo do novo nos causam impactos negativos, paralisam profissionais que deixam de perceber as oportunidades que existem, a sua volta, para realizar mudanças efetivas a seu favor e que tragam benefícios não somente à sua empresa como também a parceiros e clientes.

Identificar e compartilhar o propósito/missão/visão e valores da empresa com os seus colaboradores, entender a importância de servir e realiza parcerias, ampliar a consciência e responsabilidade sobre a sustentabilidade e a oferta do diferencial dos serviços , perceber as suas vantagens competitivas, estimular e apoiar o aumento da performance das equipes e ter metas muito claras de onde se quer chegar , nos auxilia a promover um plano de ações que seja compatível com o planejamento a curto, médio e longos prazos com foco no alcance dos resultados desejados e de estratégias de alavancagem dos negócios.

Muitos de nós empreendedores, micro empreendedores, empresas de pequeno e médio porte precisamos estar não só atentos, mas também totalmente responsáveis pelas nossas escolhas e as ações e decisões farão a diferença neste ultimo trimestre de 2015 e no planejamento estratégico para 2016.

Alice, nos jardins do país das maravilhas, encontrou o chapeleiro maluco e diante da escolha de 3 caminhos pergunta, a ele, qual era o mais curto deles O chapeleiro maluco pergunta à Alice onde queria chegar e Alice ainda confusa respondeu que não sabia.

A resposta do chapeleiro nos serve como referência, a todo o momento quando nos sentimos perdidos sem saber qual caminho tomar, na verdade, qualquer um servirá.

Minha sugestão como consultora empresarial é que descubra qual o caminho quer tomar e prepare-se para tomar decisões e gerar mudança de hábitos e atitudes sustentáveis, porque o caminho só se revelará no próprio exercício de caminhar.

Betty Dabkiewicz – Diretora e Coach da Sinergia Consultoria em Gestão de Pessoas & Coaching

#casamentoMarketing #Marketing #rodrigooliveira #RodrigoOliveira #WorkshopMarketingdecasamento #ManoelaCesar #WorkshopCasamento #MarketingdeCasamento #profissionaisdecasamento #profissionaisdecasamento #OfertaIrresistível #casamentos #ColherdeCháNoivas #marketingdecasamento #FornecedoresdeCasamento #Sucesso #RobertoCohen #FormaçãodePreço #Quantocobrar

0 visualização