“Poderia fazer uma logo rapidinho?” Por Patrícia Koeler


Pensei muito sobre qual assunto deveria ser o primeiro a ser abordado na coluna e decidi começar por um dos quais acho mais importante: a criação de uma marca. Em 12 anos no mercado de publicidade e propaganda, passando por agências e hoje na minha empresa, já escutei muitos pedidos como: “Poderia criar uma marca rapidinho? Coisa simples…”

Esse tipo de pedido faz parecer que o trabalho a ser desenvolvido não tem muito valor e, por isso, o orçamento deve ser bem baixo. O problema é quando o cliente quer que tudo seja simples e rápido, mas exige resultados extraordinários. Agora, vamos parar para pensar um segundo: como entregar um trabalho de qualidade, inovador e diferenciado se o criador não tem o prazo adequado para pensar, estudar e realizar?

Mas afinal, por quê você deve contratar alguém para fazer sua marca? A função principal da marca é diferenciá-la da concorrência facilitando sua identificação por parte do consumidor. Bons profissionais são capazes de ajudar a sua empresa a ter mais visibilidade quando criam uma marca exclusiva baseada em estudos importantes, tais como:

  • Sonoridade do nome escolhido;

  • Facilidade na leitura e memorização;

  • Cores apropriadas para o segmento;

  • Design e suas diversas aplicações;

  • Identidade da concorrência;

O que mais constato atualmente são marcas sem diferencial e sem alma. Algumas vezes esse resultado ocorre pela falta de experiência do designer e também devido às exigências feitas pelo cliente, mesmo não sendo o indicado pelo profissional.

Logomarca antiga antes da mudança de nome x logomarca nova

Se você está abrindo o seu negócio e deseja que este seja um sucesso, aí vão algumas dicas:

  • Consumidores associam a marca a uma imagem, reputação e conjunto de qualidades que valorizam. Invista na contratação de um bom profissional de design, pois ele tem o conhecimento de como desenvolver um trabalho que vai fazer a diferença no seu negócio;

  • Para saber se o contratado realmente é sério, faça uma pesquisa pela internet, busque por referências, marque uma reunião para sentir se existe empatia e, principalmente, avalie o portfólio para confirmar que os trabalhos são consistentes. Entretanto, nunca peça para que ele crie algo sem efetivamente decidir antes sobre sua contratação. qualquer trabalho requer tempo, conhecimento e uma boa dose de criatividade;

  • Após a contratação do profissional, permita-lhe ter a liberdade para criar. Quando muitas limitações são impostas coloca-se em risco a originalidade e o real potencial do trabalho;

  • Confirme com o designer para que, ao final do trabalho, você receba o manual da sua marca. Este documento é fundamental e de grande importância porque tem como objetivo instruir sobre o que pode ou não ser feito na aplicação da marca, preservando suas características visuais;

  • A escolha de um nome é muito importante e esta deve ser feita com extremo cuidado para evitar complicações futuras. Recomenda-se contratar uma empresa especializada em marcas e patentes para a realização de uma pesquisa detalhada sobre os possíveis nomes e para efetivação do registro. Entretanto, uma primeira pesquisa pode ser feita através do site do Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI), onde já e possível saber se alguns dos nomes desejados estão registrados. Não esqueça de conferir se o nome de domínio (endereço de internet) também está disponível;

Para o seu negócio se destacar no mercado, planejamento e investimento em serviço/material de qualidade é fundamental.

#MarketingdeCasamento #casamentos #WorkshopMarketingdecasamento #profissionaisdecasamento #WorkshopCasamento #Branding #RodrigoOliveira #rodrigooliveira #rodrigoliveira #casamentoMarketing #profissionaisdecasamento #FornecedoresdeCasamento #marketingdecasamento #Marketing #PatríciaKoeler #Design #Logomarca #logotipo